quarta-feira, 1 de agosto de 2012

Como se fortalecer na força e no poder de Deus


Tema da mensagem

Como se fortalecer na força e no poder de Deus

Texto base: Efésios 6.10

Objetivo: Fazer com que o ouvinte seja instruído como por um manual para ter todo o aproveitamento no uso das armas espirituais.

Introdução

Efésios - é um dos livros do Novo Testamento. Teria sido escrito pelo apóstolo Paulo em Roma  em forma de carta aos efésios.

A carta aos Efésios transmite um rico transbordar de revelação divina, brotando da vida de oração de Paulo. Ele escreveu a carta quando estava prisioneiro por amor a Cristo (Efésios 3:1, Efésios 4:1 Efésios 6:20), provavelmente em Roma. Por isso, é conhecida como uma das quatro cartas chamadas de "Epístolas da Prisão". As outras três são Colossenses, Filipenses e Filemom. Efésios tem muita afinidade com Colossenses, e possivel que talvez tenha sido escrita logo após esta. As duas cartas podem ter sido levadas simultaneamente ao seu destino por um cooperador de Paulo, chamado Tíquico (Ef 6:21 , Cl 4:7).

É crença geral que Paulo escreveu Efésios também para outras igrejas da região, e não apenas a Éfeso. Possivelmente ele a escreveu como carta circular às igrejas de toda a província da Ásia. Muitos crêem que a carta aos Efésios é a mesma carta aos Laodicenses, mencionada por Paulo em Colossenses 4:16.

 A alegria de Paulo mesmo na prisão pregando o evangelho ( Fl. 1.14).  

5:1-2 Como filhos de Deus, devemos imitá-lo que desafio! Imitar o Deus santo que nos criou! Especificamente, devemos imitar o amor de Cristo. Andar em amor antes andávamos no pecado, fazendo a vontade da carne (Ef. 2:2-3). Agora andamos em boas obras (Ef. 2.10).  O amor se torna o caminho da vida do discípulo. “Portanto, não sejais participantes com eles" (Ef. 5.7). Não podemos fazer acordos com o pecado ou servir Cristo a meio termo. Temos de deixar o pecado e nos dedicar a Cristo.

5:8-21: Devemos observar o que éramos e agora que somos com Cristo

Passamos das trevas para a luz. Éramos trevas agora somos luz, andávamos no pecado agora andamos como filhos da luz (5:9), obras infrutíferas  agora fruto da luz (5:9-10), néscios (5:15)  agora sábios (5:15), Insensatez (5:17)  agora compreensão da vontade do Senhor (5:17), embriagados com vinho (5:19) agora cheios do Espírito (5:17), Não sejam cúmplices do pecado, a postura do cristão em relação ao pecado precisa ser bem definida amar a Deus exige odiar o pecado.

 Falando, entoando, louvando com salmos, hinos e cânticos espirituais, dando graças ao Pai em nome de Jesus, sujeitando-nos uns aos outros no temor de Cristo

Efésios 5:22 - 6:9  Para entender bem o trecho incluído neste estudo, temos de lembrar do finalzinho do último parágrafo. A terceira coisa que fazemos para nos encher do Espírito é sujeitar-nos "uns aos outros no temor de Cristo" (21). A submissão mútua é à base do ensinamento sobre várias relações humanas que estudaremos agora. Mulheres devem se submeter aos maridos, mas, em outro sentido, os maridos devem se submeter às esposas. Filhos devem ser sujeitos aos pais, mas os pais devem servir aos filhos, também. Servos devem obedecer aos seus senhores, mas o patrão serve o empregado


6:1-4 Filhos devem: Obedecer aos pais no Senhor, ou seja, enquanto as instruções dos pais não contradizem a vontade de Deus - veja Atos (5:29).

Pais devem: Não provocar os filhos à ira. Criar os filhos na disciplina e na admoestação do Senhor.

6:5-9 Servos devem: Obedecer aos seus senhores. Não servir para agradar aos homens, e sim ao Senhor. Senhores devem: Tratar os servos com respeito. Evitar ameaças, lembrar que todos os senhores e os servos são servos do mesmo Pai, e que Ele não faz acepção de pessoas.

6:10-18 A exortação final de Paulo neste livro se refere à preparação do cristão para enfrentar os desafios no mundo. Devemos ser fortalecidos no Senhor, Deus é maior do que nossos problemas!

6.11-12 É com a armadura de Deus que podemos enfrentar e vencer o diabo e as outras forças do mal, para vencer o adversário e "permanecer inabaláveis", precisamos vestir a armadura de Deus (1 Tessalonicenses 5:8)

6:14 O cinto da verdade ( santifica-os na verdade; a tua palavra e a verdade. João 17:17 )

6:15 A preparação do soldado de Cristo é através do evangelho da paz. É interessante que, Paulo nos lembra que a nossa missão é de reconciliação, como servos do Príncipe da Paz veja (ef. 2:14-18).

6:16 O cristão se defende com o escudo da fé. Quando temos convicções fundadas na palavra de Deus, podemos resistir aos assaltos do Inimigo (Romanos 10:17).

 6:17 Capacete é a salvação que Cristo nos trouxe (Atos 4:12).

(2 Coríntios 10:3,4)  A nossa espada, nossa única arma ofensiva, é a palavra de Deus.

Conclusão

6:13  Depois de ter feito tudo ficais firmes

6:18,19 Assim instruídos pela palavra, armados e confiando no Senhor, devemos desenvolver o hábito de oração constante

APLICAÇÃO:

PARA SERMOS REVESTIDOS DAS ARMAS E ARMADURAS DE DEUS

Devemos saber que: Oração é a comunicação com Deus, devemos Suplicar e pedir ajuda, sempre Orando "no Espírito” Vigiando, A perseverança sugere uma atitude de dedicação incansável ao ministério da oração. Devemos orar pelos santos, fazendo súplicas em favor dos irmãos em Cristo.

 Devemos ter um Espírito adorador
Que Deus os abençoe
Ir Fausto W.Brasil

Um comentário:

  1. Amigo. É para mim uma honra estar no seu blog, poder ver e ler as belas palavras aqui contidas. Seu blog é uma benção, fiquei maravilhado, seu amor a Jesus nota-se nas palavras escritas, continue a ser esta grande benção, a deixar-se usar pelo grande Oleiro. Quero aproveitar a oportunidade para partilhar o meu blog : Peregrino E Servo. Vou ficar muito feliz se tiver a gentileza de fazer uma visita ao meu blog e deixar um comentário, e se desejar, mas só se quiser siga, de volta vou retribuir. Deus te abençõe ricamente.
    António Batalha.


    ResponderExcluir